ASITAC/PM

Bem vindo:visitante 

NOTÍCIAS E DESTAQUES

» APOIO NO ENFRENTAMENTO DA FOME- Amigos, diante da propositura indicada quanto a nossa à participação voluntária para apoio no enfrentamento da fome, tenho a esclarecer que tivemos evolução quanto a possibilidade de emprego da PJ da ASITAC para concentrar as doações.
Em virtude de não termos estrutura logística e disponibilidade de voluntários para recepcionar as doações de mantimentos ou insumos, cadastrar beneficiários e proceder a distribuição, optamos por uma campanha junto aos membros que compõem os grupos de conversação da ASITAC.
O período para realização das doações será de 10 dias corridos a contar de hoje, por meio de depósito (DOC ou TED) na conta corrente da ASITAC. Esta, ao final deste período, irá transferir INTEGRALMENTE o montante arrecadado para depósito à instituições já preparadas e confiáveis que estão atuando no sentido da oferta de ajuda às famílias necessitadas.
Entre essas entidades, podemos destacar: Instituto Brasil200 (www.brasil200.com.br), G10 Favelas (https://g10favelas.com.br), entidades vinculadas com a iniciativa do grupo Band, tais como Mães da Favela, Amigos do Bem e Gerando Falcões (www.band.uol.com.br/band-contra-a-fome) ou Núcleo Cultura Tales (www.nactales.org).
Assim, a ASITAC diante da força, energia, comprometimento e principalmente sensibilidade do contexto social do momento, respeitando as ações individuais que cada um esteja tomando, vem convidá-los a participar desta campanha.
Essa iniciativa não está circunscrita aos membros da Turma, portanto fique à vontade para estendê-la à sua rede de relacionamentos.
Os depósitos podem ser realizados na conta do Banco Itaú-341, agência: 0179-Rua São Caetano, Conta Corrente: 31.520-5, CNPJ: 67.180.836/0001-96, Favorecido: ASITAC/PM - Associação dos Integrantes da Turma Cap PM Almeida Chagas.
Ao final, daremos ampla transparência e divulgação das ações tomadas, posteriores ao período de arrecadação.
Contamos com o seu apoio! Obrigado!

» O SIGNIFICADO DE “TURMA” PARA OS MILITARES.- Para aqueles que não conseguem entender o que significa "Turma" para um militar, segue a mais racional explicação:
Ser da mesma "Turma" dá orgulho aos companheiros.
Consideramos como uma estranha força, que repousa na origem comum da formação profissional, nos quarteis/Escolas/Academias Militares, e que potencializa os sentimentos de irmandade e fraternidade.
Percebemos que essa outra força vigorosa surge pela própria existência da Turma.
Então, o que é “A Turma”? Qual o sentido desse valor?
Buscando nos dicionários a definição do que seria “TURMA” encontramos explicações como:
“um grupo de pessoas que realizam um mesmo trabalho”, ou “bando”, ou “cada um dos grupos de soldados servindo no mesmo ano, alunos matriculados numa mesma classe ou num mesmo ano escolar ” ou, ainda, “turno”.
Está claro que os editores de dicionários desconhecem o verdadeiro significado do verbete aplicado nos quarteis e aos alunos das Escolas Militares.
Para nós, camaradas de armas, Turma é muito mais!
Turma é identidade, é símbolo, é comunhão, é analogia.
Turma é marca registrada!
A Turma nos distingue no tempo e no espaço profissional. Coloca-nos na fila dos direitos e dos deveres previstos na lei.
É ordenação hierárquica que nos faz perder a individualidade e nos abriga na coletividade.
Turma, para nós, é parentesco, é confraria espiritual, é propriedade (minha Turma, nossa Turma) e, acima de tudo, é referência.
A Turma nos reporta a um passado comum, ao fascínio da mocidade, aos sonhos da juventude, às experiências similares, àquela intimidade confidencial, ao compartilhamento das alegrias e tristezas, dos sorrisos e das lágrimas.
Na Turma, a gente encontra aqueles que dividiram noites indormidas, crepúsculos radiantes, madrugadas operativas, superações do medo, fracassos e incertezas, bem como dividiram o doce sabor do retorno ao final de jornadas duras e extenuantes.
A "nossa Turma" é aquela que nos acolhe onde quer que vamos ou estejamos.
Solidária, ela nos impõe comportamentos e obrigações, mesmo quando já passados os tempos do serviço ativo.
A Turma nos iguala a nós mesmos, ainda que possamos estar em circunstâncias diferentes.
Uma realidade incontestável: a Turma nos requalifica.
Nela, passamos a ser um número, um nome de guerra, isso quando não somos rebatizados com novo prenome (os apelidos).
A Turma teima em contrariar o ciclo da vida, não permitindo nosso envelhecimento. A cada encontro, reunião ou comemoração, voltamos a ser jovens, regredimos no tempo!
Por vezes, a "Turma" nos traz dor e sofrimento quando um irmão parte e nos dá a sensação de perda irreparável.
É, isso!
Forte abraço à todas as Turmas de todos os tempos!!!

» O SIGNIFICADO DE “TURMA” PARA OS MILITARES.- Ser da mesma "Turma" dá orgulho aos companheiros.
Consideramos como uma estranha força, que repousa na origem comum da formação profissional, nos quarteis/Escolas/Academias Militares, e que potencializa os sentimentos de irmandade e fraternidade.
Percebemos que essa outra força vigorosa surge pela própria existência da Turma.
Então, o que é “A Turma”? Qual o sentido desse valor?
Buscando nos dicionários a definição do que seria “TURMA” encontramos explicações como:
“um grupo de pessoas que realizam um mesmo trabalho”, ou “bando”, ou “cada um dos grupos de soldados servindo no mesmo ano, alunos matriculados numa mesma classe ou num mesmo ano escolar ” ou, ainda, “turno”.
Está claro que os editores de dicionários desconhecem o verdadeiro significado do verbete aplicado nos quarteis e aos alunos das Escolas Militares.
Para nós, camaradas de armas, Turma é muito mais!
Turma é identidade, é símbolo, é comunhão, é analogia.
Turma é marca registrada!
A Turma nos distingue no tempo e no espaço profissional. Coloca-nos na fila dos direitos e dos deveres previstos na lei.
É ordenação hierárquica que nos faz perder a individualidade e nos abriga na coletividade.
Turma, para nós, é parentesco, é confraria espiritual, é propriedade (minha Turma, nossa Turma) e, acima de tudo, é referência.
A Turma nos reporta a um passado comum, ao fascínio da mocidade, aos sonhos da juventude, às experiências similares, àquela intimidade confidencial, ao compartilhamento das alegrias e tristezas, dos sorrisos e das lágrimas.
Na Turma, a gente encontra aqueles que dividiram noites indormidas, crepúsculos radiantes, madrugadas operativas, superações do medo, fracassos e incertezas, bem como dividiram o doce sabor do retorno ao final de jornadas duras e extenuantes.
A "nossa Turma" é aquela que nos acolhe onde quer que vamos ou estejamos.
Solidária, ela nos impõe comportamentos e obrigações, mesmo quando já passados os tempos do serviço ativo.
A Turma nos iguala a nós mesmos, ainda que possamos estar em circunstâncias diferentes.
Uma realidade incontestável: a Turma nos requalifica.
Nela, passamos a ser um número, um nome de guerra, isso quando não somos rebatizados com novo prenome (os apelidos).
A Turma teima em contrariar o ciclo da vida, não permitindo nosso envelhecimento. A cada encontro, reunião ou comemoração, voltamos a ser jovens, regredimos no tempo!
Por vezes, a "Turma" nos traz dor e sofrimento quando um irmão parte e nos dá a sensação de perda irreparável.
É, isso!
Forte abraço à todas as Turmas de todos os tempos!!!
">Para aqueles que não conseguem entender o que significa "Turma" para um militar, segue a mais racional explicação:
Ser da mesma "Turma" dá orgulho aos companheiros.
Consideramos como uma estranha força, que repousa na origem comum da formação profissional, nos quarteis/Escolas/Academias Militares, e que potencializa os sentimentos de irmandade e fraternidade.
Percebemos que essa outra força vigorosa surge pela própria existência da Turma.
Então, o que é “A Turma”? Qual o sentido desse valor?
Buscando nos dicionários a definição do que seria “TURMA” encontramos explicações como:
“um grupo de pessoas que realizam um mesmo trabalho”, ou “bando”, ou “cada um dos grupos de soldados servindo no mesmo ano, alunos matriculados numa mesma classe ou num mesmo ano escolar ” ou, ainda, “turno”.
Está claro que os editores de dicionários desconhecem o verdadeiro significado do verbete aplicado nos quarteis e aos alunos das Escolas Militares.
Para nós, camaradas de armas, Turma é muito mais!
Turma é identidade, é símbolo, é comunhão, é analogia.
Turma é marca registrada!
A Turma nos distingue no tempo e no espaço profissional. Coloca-nos na fila dos direitos e dos deveres previstos na lei.
É ordenação hierárquica que nos faz perder a individualidade e nos abriga na coletividade.
Turma, para nós, é parentesco, é confraria espiritual, é propriedade (minha Turma, nossa Turma) e, acima de tudo, é referência.
A Turma nos reporta a um passado comum, ao fascínio da mocidade, aos sonhos da juventude, às experiências similares, àquela intimidade confidencial, ao compartilhamento das alegrias e tristezas, dos sorrisos e das lágrimas.
Na Turma, a gente encontra aqueles que dividiram noites indormidas, crepúsculos radiantes, madrugadas operativas, superações do medo, fracassos e incertezas, bem como dividiram o doce sabor do retorno ao final de jornadas duras e extenuantes.
A "nossa Turma" é aquela que nos acolhe onde quer que vamos ou estejamos.
Solidária, ela nos impõe comportamentos e obrigações, mesmo quando já passados os tempos do serviço ativo.
A Turma nos iguala a nós mesmos, ainda que possamos estar em circunstâncias diferentes.
Uma realidade incontestável: a Turma nos requalifica.
Nela, passamos a ser um número, um nome de guerra, isso quando não somos rebatizados com novo prenome (os apelidos).
A Turma teima em contrariar o ciclo da vida, não permitindo nosso envelhecimento. A cada encontro, reunião ou comemoração, voltamos a ser jovens, regredimos no tempo!
Por vezes, a "Turma" nos traz dor e sofrimento quando um irmão parte e nos dá a sensação de perda irreparável.
É, isso!
Forte abraço à todas as Turmas de todos os tempos!!!

» NOVO SITE DA ASITAC/PM - Prezados amigos!!! É com muita satisfação que anuncio que o novo site da ASITAC/PM está no ar, com novas funcionalidades, em especial: ambiente seguro (https), login para área exclusiva, localização de residência por mapa e possibilidade de alteração de dados cadastrais diretamente.
O endereço do site é https://asp84.org.br ou simplesmente asp84.org.br.
Os conteúdos de caráter geral continuam visíveis para qualquer visitante, porém as informações que são de caráter sigiloso (dados cadastrais e geolocalização) somente poderão ser acessadas pelo próprio integrante, mediante login e senha.
Para o acesso inicial a senha a ser utilizada deve ser o seu RE+Dig (o digito, quando for letra, deverá ser MAIÚSCULA), tudo junto sem o hífen. Para aqueles que não possuem RE enviarei no pv a sua senha inicial. Após o primeiro acesso o sistema solicitará a alteração da senha.
Para que tenhamos informações de qualidade, após o seu acesso inicial, solicito que acesse o menu Componentes - Cadastro, selecione o seu cadastro e atualize as suas informações cadastrais, tais como e-mail, CPF, RG, tel residencial, tel celular e endereço completo. Essas informações estarão em ambiente seguro, cujo acesso de pesquisa será exclusivo aos integrantes da ASITAC/PM.
Para visualizar no mapa as cidades onde estão residindo os integrantes da ASITAC/PM, basta você acessar o menu Componentes - Localização. Será aberto o mapa e nele você visualizará os marcadores em todas as cidades onde temos algum integrante residindo, incluindo em outros Estados e outros países. Clicando sobre o marcador será exibido o nome do(s) integrante(s) que lá residem. Assim se você desejar visitar algum integrante da Turma bastará entrar em Componentes - Cadastro e, se os dados desse estiver atualizado, visualizar o seu endereço residencial.
As novas funcionalidades foram idealizadas por mim, exigindo muito trabalho na coleta inicial de informações e municípios de residência e implementadas pelo Pedroso, que teve um grande esforço para pesquisar e desenvolver essas novas funcionalidades, deixando aqui registrado o meu reconhecimento ao seu trabalho e parabenizando-o pelo resultado.
Espero que os integrantes da ASITAC/PM acessem o site regularmente e não deixem de atualizar as suas informações pessoais, para que possamos ter uma maior interação entre os integrantes.
Arnaldo

» ÁLBUM DA TURMA- Nosso amigo James criou um album com fotos da turma, ele mandou a seguinte msg via whatsapp: "Boa noite pessoal, criei um Álbum da Turma no Google Fotos, que já está com 1.088 fotos. Tem foto que foi postada no Face, no Whatsapp... tem as que eu tirei nas viagens da Turma e tem as fotos-de-fotos, da época da Academia.O álbum pode ser acessado pelo link abaixo. Se quiserem, podem adicionar mais fotos ao álbum. Um abraço!" Link do álbum: https://photos.app.goo.gl/NhSrrpVcpJqLgVfF9

» RENDIMENTOS DE SEGURO- Como é do conhecimento da Turma, nosso amigo Wanderley ofereceu um percentual para a ASITAC quando houver a formação de um grupo de seguro. Assim sendo quando você for renovar o seu seguro faça uma cotação sem compromisso com o Wanderley. Na maioria das vezes os seus preços serão os melhores do mercado e ele trabalha com todas as seguradoras e todos os tipos de seguros. Maiores informações JPW Seguros - Av. Washington Luís, 5644 - Santo Amaro - Telefone: (11) 3422-3638 - WhatsApp +55 11 99628-0335

ANIVERSARIANTES

 • 01 » CAMARGO
 • 01 » CAMILO
 • 02 » VALDECI
 • 03 » GOMES
 • 03 » RICARDO ANTÔNIO
 • 10 » MORTEAN
 • 12 » FABRÍCIO
 • 12 » GUTIERREZ
 • 12 » NELSON LOPES
 • 13 » PEDROSO
 • 14 » CARDAMONE
 • 17 » MARCOS BENTO - 58 anos hoje
 • 20 » ALAOR
 • 20 » ANTÔNIO SOARES
 • 22 » ROBERTO DE OLIVEIRA
 • 22 » IVANO
 • 24 » WAGNER RODRIGUES
 • 25 » SEVERO
 • 26 » MERLO
 • 26 » CÉSAR (MS)
 • 28 » TADEU
 • 28 » JULIANI
 • 29 » ALMEIDA CHAGAS
Patrono da Turma

PATRONO DA TURMA

Leia mais...
Clique para ver a placa de 25 anos

JUBILEU DE PRATA

Leia mais...
Viages e eventos

VIAGENS E EVENTOS

Leia mais...

1984 - 2009

Cel Carvalho, então comandante da Academia de Policia Militar do Barro Branco, recebendo o livro
Cel PM Carvalho e o livro do Jubileu de Prata

O Cel PM Carvalho, comandante da APMBB na chegada da nossa turma em 1982, recebeu o livro Jubileu de prata das mãos do então Ten Cel PM Wlauder como presente da turma pela carinhosa acolhida e dedicação à nossa formação.
A comemoração dos 25 anos de formatura foi organizada por uma comissão de voluntários da ASITAC/PM que providenciou a confecção desse livro, distribuído a cada asitaquiano e que pode ser visualizado clicando-se na foto acima, de uma placa de prata e da solenidade oficial realizada no dia 27 de novembro de 2009.



menu principal